Já pensou em ir morar na Irlanda? O desenvolvimento web pode te levar

Um dos melhores países para brasileiros emigrarem, o setor de tecnologia cresce na Irlanda e o desenvolvimento web pode ser o passaporte para a mudança

Morar na Irlanda, desenvolvimento web

A Tech Life Ireland é uma campanha lançada pelo governo da Irlanda para atrair profissionais qualificados a trabalhar no país. O número de oportunidades maior é na área de tecnologia, ou seja, brasileiros que falam inglês e atuam nesse ramo, têm uma carreira promissora.

Além disso, o setor de tecnologia cresce desde 2012 sendo a Irlanda o país pelo qual a economia cresce mais rápido na Europa. Além de ser um dos melhores países para brasileiros emigrarem, a Irlanda tem o maior número de contratação de estrangeiros.

As oportunidades de emprego estão disponíveis no site: https://techlifeireland.com e as príncipais áreas de domínio nas tecnologias são: Java, Pynthon, NET, C++e PHP.

Ademais, o nosso idioma pode ser um diferencial competitivo para as empresas Irlandesas, pois como citado pelo Maurício Marques, diretor comercial da Global Study na matéria da revista exame, de 2016:

” Há um setor no google maps Brasil que é feito na Irlanda. Uma equipe de lá confirma os dados recolhidos por aqui”. Há escritórios das principais multinacionais: Google, Facebook, Linkedin, Apple, IBM e Twitter.

A Tech Life Ireland facilita o visto para emprego. Abaixo você vai conferir o passo-a-passo para conseguir seu emprego dos sonhos:

• Acessar o site: https://techlifeireland.com;
• Informar a tecnologia pela qual você tem o domínio para saber quais são as empresas que necessitam de pessoas  com o seu perfil profissional;
• Cadastrar o seu currículo para aquela empresa que mais lhe interessar.

Após esse procedimento, o profissional que for aprovado na seleção (duração média de seis meses), a própria empresa solicita o visto para o governo.

Assim, o contrato de trabalho tem o prazo de dois anos podendo ser renovável por mais três anos ( o visto acompanha a duração do contrato de trabalho).

Além disso, caso o funcionário permaneça esses cinco anos morando no país, ele já pode dar entrada no pedido de residência permanente. Uma outra oportunidade para quem não fala inglês é matricular-se em uma escola de inglês Irlandesa assim, poderá solicitar um visto como estudante com permissão de trabalho durante 8 meses. Para conseguir esse visto é necessário estar matriculado em um curso com duração mínima de 25 semanas e apresentar os documentos abaixo:

• Carta da escola;
• Comprovação de renda;
• Comprovação de local de estadia inicial.

Você trabalhará 20 horas semanais no período de aulas e 40 horas semanais no período de férias.

Não é necessário a preocupação com processo seletivo porque não tem, somente com a apresentação dos documentos.

Após a sua estadia no pais como estudante de inglês, você poderá migrar para área de tecnologia após a conclusão do curso de Desenvolvedor Web. Caso o estrangeiro já tenha sido aceito, ele já pode dar entrada no pedido de um novo visto para trabalho integral permanecendo na Irlanda.

A requisição de visto na Irlanda é mais simples do que na Austrália, por exemplo, segundo o Diretor da Global Study, sendo um dos países para emigrar facilmente. Além das vagas de emprego no exterior para brasileiros, algumas Universidades da Irlanda oferecem bolsas de estudo, como por exemplo, a National College of Ireland, a Trinity College Dublin e a University College Cork.

Agora que já vimos as oportunidades excelentes para área de tecnologia em um país riquíssimo em cultura, arte e qualidade de vida, vamos saber um pouco mais como se inserir nesse ramo pelo desenvolvimento web.

Afinal, você sabe o que um desenvolvedor web faz?

“Este profissional é o responsável por realizar a elaboração do desenvolvimento visual de páginas na internet. Ele desenvolve sistemas da informação de websites por meio da utilização de metodologias adequados aos custos e qualidade numa rede de computadores”.

“Além disso, o desenvolvedor: programa, codifica e testa sistemas. Utiliza tecnologias Java, Javascript, HTML, PHP, MySQL e SQL Server. Executa a manutenção dos sistemas fazendo eventuais correções necessárias, visando atender às necessidades dos usuários. Desenvolve trabalhos de montagem e testes de programas, executando serviços de manutenção nos programas já desenvolvidos”.

Morar na Irlanda, desenvolvimento web

E como está o mercado de trabalho no geral para os Desenvolvedores Web?

De acordo com uma pesquisa feita pela Forbes em conjunto com a Robert Half, uma empresa especialista em recrutamento dos Estados Unidos, a profissão de desenvolvedor web está entre as 10 profissões mais promissoras de 2017, com um crescimento de 5,2% sendo a demanda por esse profissional extremamente alta e a tendência é crescer.

Qualquer empresa de porte pequeno ou grande em algum momento precisará de um desenvolvedor web, seja para manter projetos institucionais ou para criar aplicações internas e externas para apoio ao negócio. Além disso, as empresas perceberam que a tecnologia é a parte essencial dos negócios e dessa forma, os profissionais da área estão sendo mais valorizados que antigamente.

O site Love Mondays divulgou que um desenvolvedor web júnior ganha em média R$2.360,00 no Brasil. Um desenvolvedor web sênior, segundo o mesmo site ganha em média R$ 6.113,00. Contudo, há fatores que podem influenciar os salários:

• Desenvolvimento da região ou cidade de atuação;
• Qualificação e experiência;
• Tamanho da empresa.

Todavia, essas médias de salários podem deixar de ser parâmetros quando trata-se de um profissional especialista colecionando cases de sucesso ao longo de sua carreira. Ademais, o próprio site Love Mondays revela que esses salários podem ultrapassar essas médias porque há empresas que oferecem até R$ 12.000,00.

E não para por aí. O desenvolvedor web pode trabalhar em várias áreas, pois as empresas utilizam tecnologia digital para otimizar os seus negócios: área de marketing e publicidade, pois é um ramo que cresce a cada dia e necessita de profissionais qualificados, automatização de processos, comunicação interna,etc. Seja como prestador de serviços, funcionário ou empreendedor digital.

Os profissionais não tem somente a ganhar com ofertas de trabalho e salários como mostram as pesquisas mas também com a qualidade de vida, pois é possível ter flexibilidade de tempo e espaço. Como?

Vamos a um exemplo prático:

A IBM tem 20% do seu quadro de funcionários em modelo remoto, ou seja, o trabalho remoto garante melhor qualidade de vida e conforto:

• Viagens;
• Sono de qualidade;
• Exploração de novos ambientes e maior probabilidade de
Networking;
• Dependendo do país, a remuneração pode ser até 5x maior.

O Desenvolvedor Web é privilegiado na profissão, pois como citado pode atuar de diversas formas dependendo de sua preferência. Pode montar o seu próprio negócio, criar sua própria aplicação software ou produto digital.

Além disso, há uma alta probabilidade de valorização individual e marketing pessoal, ou seja, você pode trabalhar o seu portfólio independente de ser prestador de serviço, atuar em uma empresa ou ter seu próprio negócio digital.

Contudo, sabemos que não é uma tarefa fácil e nem rápida, pois o profissional deve atentar-se aos prazos de entrega, divulgar o seu trabalho tornando seus méritos públicos seja por meio de blog, Linkedin ou em sites de Portfólio.

O Networking poderá ser conquistado através de participação em fóruns na internet, eventos e sites de outros países.


Parcerias: Curso React Direto ao Ponto