Linguagem de programação – como se reinventar na área de TI

Quem é programador precisa estar o tempo todo se aperfeiçoando a respeito das linguagens de programação.

Conhecendo as principais linguagens de programação

O mercado de TI cresce a cada dia e novas linguagens de programação vão surgindo, a fim de se adaptar melhor às novas necessidades tecnológicas do momento.

Com isso, cabe ao profissional da área se reinventar a todo instante para que seja possível acompanhar esse ritmo de avanços que estão acontecendo.

Fazendo isso, claro, será possível se manter atualizado e aumentar as chances de uma boa colocação no mercado.

Então, vamos entender um pouco mais sobre o assunto e compreender como é possível se reinventar quando o assunto são as linguagens de programação.

Linguagem de programação – conhecendo as principais

As linguagens de programação estão sempre evoluindo para que seja possível acompanhar as mais modernas ferramentas tecnológicas.

Então, vamos conhecer a seguir as 5 principais e mais utilizadas linguagens de programação:

1 – Linguagem de programação Phyton

Essa é uma linguagem mais recomendada para quem está começando no mundo da programação. Isso porque ela é simples e bastante versátil, possuindo uma série de diferentes aplicações.

Mais do que isso, permite um trabalho rápido e integra sistemas de maneira bastante eficiente.

Atualmente, empresas como YouTube, Netflix e Google utilizam essa linguagem que já tem mais de 30 anos de existência.

2- Linguagem C

No desenvolvimento de softwares para sistemas embarcados, essa linguagem é bastante utilizada até os dias de hoje, embora tenha sido desenvolvida ainda na década de 70.

É bastante usada atualmente para o desenvolvimento de games, sistemas operacionais e integração com hardware.

3 – Linguagem Javascript

Originalmente, era implementada como integrante de navegadores web e, hoje, praticamente todas as páginas que existem possuem um código em Javascript.

Trata-se de uma linguagem de programação cuja curva de aprendizagem é pequena, além de ser simples de fazer funcionar, sendo uma boa alternativa para quem está começando.

4 – Linguagem Ruby

Com um foco maior em produtividade, essa linguagem de programação é considerada fácil de aprender e pode ser operada em diferentes sistemas.

Seu desenvolvimento foi pensado para facilitar a vida dos desenvolvedores de softwares e tudo o que se precisa é de um programa que interprete a linguagem e entenda as instruções.

5 – Java

Há quem pense que Java é o mesmo que JavaScript, mas nesse caso, temos aqui uma linguagem como foco maior na criação de aplicações que são executadas em um browser ou em uma máquina virtual.

Seu código necessita ser compilado e sua aplicação é menos flexível se comparado com seu homônimo.

Como se reinventar nas linguagens de programação?

  • O primeiro passo de todos é observar bem o mercado à sua volta e entender bem qual é o cenário atual.
  • Fazendo isso, você irá tomar consciência não apenas do mercado externo, mas também da sua posição nesse universo.
  • Você está satisfeito com a sua posição atual? Tem um bom feedback sobre o seu desempenho e atuação no mercado?
  • Tendo esse panorama, fica muito mais fácil entender se você precisa mesmo se reinventar ou se você atingiu um ponto confortável e pode permanecer aí por mais um tempo.

O mercado mudou

Já acabou aquele tempo em que um profissional conseguia um cargo e passava a vida inteira trabalhando para a mesma empresa.

Hoje, o mercado oferece um número cada vez maior de profissionais multipotenciais. Isso quer dizer que as relações de trabalho estão, obrigatoriamente, se tornando mais flexíveis.

O profissional pode sim trabalhar em mais de um projeto e as empresas precisam passar a ver isso como uma vantagem, algo que agrega.

o profissional, pode usar seus talentos combinados como uma forma de se destacar.

A demanda por especialização no mercado

É comum que o mercado busque profissionais cada vez mais qualificados nessa área, então, se modernizar é algo fundamental, afinal, é preciso estar de olho nas demandas.

Empresas que possuem sites que lidam diretamente com o cliente possivelmente preferirão contratar um Front End Developer, ao passo que uma empresa com grande volume de dados pessoais ou marketplace vai preferir um Back End Developer.

Cada vez mais, a tendência é que as empresas busquem profissionais mais focados em uma tarefa, mesmo sendo desejável que ele tenha conhecimento, mesmo que superficial, sobre as demais etapas do processo.

Os profissionais de desenvolvimento precisam ficar atentos

Mesmo com todas essas informações que trouxemos, é importante lembrar que a iniciativa de mudar de área deve sempre partir do desenvolvedor.

Assim, é necessário entender que a mudança pode ser um tanto complicada em alguns casos, dependendo da linguagem de programação em questão.

Estamos falando de uma nova tecnologia, como novas aplicações, novos caminhos e novos componentes. Será preciso um tempo para se readaptar.

Nessa área, esse é um caminho bastante necessário muitas vezes, pois é preciso modernizar-se, acompanhar tendências e estar por dentro de novas tecnologias.

Outro ponto importante é lembrar que não existe uma cartilha ou uma receita que possa ser seguida por quem deseja se reinventar e fazer uma transição na sua carreira.

O mais importante é fazer uma transição suave, visando aprender mais e conquistar uma maior realização profissional.

Conheça quais são os seus pontos fortes e busque orientação de quem já atua na área. Também pode ser uma boa hora para utilizar seus contatos e conhecidos do meio.Você também está desejando se reinventar no que diz respeito a linguagens de programação? Então acesse essa matéria e descubra Onde Aprender Programação em 2022.


Parcerias: Curso React Direto ao Ponto