Programadores: saiba ao que se atentar para se dar bem na entrevista

Afinal, como os programadores podem se preparar para conquistar a tão sonhada vaga?

Você foi contatado por um recrutador e está prestes a encarar a entrevista, etapa importante do processo seletivo para uma vaga de programador? 

Embora o mercado de tecnologia esteja em amplo crescimento, com muitas vagas abertas para poucos profissionais qualificados, o momento da entrevista é decisivo e representa uma parte essencial do processo. 

Por mais que haja uma defasagem de programadores no mercado, o recrutador não irá contratar qualquer profissional apenas para preencher a vaga.

Eles se atentam em alguns pontos durante a conversa visando, principalmente, identificar o perfil do candidato e observar se ele está apto para encarar o desafio. 

Confira a seguir quais são os pontos essenciais para fazer uma boa entrevista e conquistar a sua tão sonhada vaga de programador.

Segredo revelado: o que um recrutador se atenta durante uma entrevista?

A equipe do blog Compartilha foi conversar com o fundador e recrutador da NewRiide Renato Nitta. 

A NewRiide  é uma empresa especializada em atrair, recrutar e contratar o profissional ideal para seu negócio na área de TI.

De acordo com Nitta, durante uma entrevista com desenvolvedor, ele procura fazer algumas perguntas com o intuito de identificar se o candidato é pró-ativo e autodidata.

Gostar de buscar soluções e aprender sozinho são pontos muito positivos e que deixam o profissional bem próximo em conseguir a vaga.

Além disso, Nitta sempre pergunta se o profissional participa de algum projeto open source, que são códigos abertos e projetados para que outros programadores possam participar, modificando e desenvolvendo em conjunto.  

Outros pontos que um recrutador se atenta durante a entrevista:

  • Se gosta de estudar e praticar coisas novas
  • Já trabalhou ou trabalha com boas práticas de desenvolvimento? Isso é importante
  • Costuma se relacionar bem com pessoas?
  • Se gosta e trabalha bem em equipe

E aí, será que você se identificou? Acredita que tem essas características importantes que um recrutador avalia durante a entrevista? 

Ter conhecimento sobre o que as empresas estão buscando e o perfil profissional mais desejado, certamente pode aumentar as suas chances de conseguir a vaga de programador. 

Esses são alguns detalhes avaliados pelo recrutador ou contratante, mas e da parte do programador. O que ele deve fazer e como agir na entrevista? Vejamos a seguir:

Dicas para programadores se darem bem na entrevista

É inegável que os programadores têm um trunfo na mão: eles são super requisitados em um mercado em que as empresas precisam avançar e se reinventar e precisam da tecnologia para que essa mudança ocorra.

Por conta disso, os programadores são muito valorizados e acabam tendo o poder de jogar um jogo mais alinhado com os seus objetivos. Tendo isso em mente, veja a entrevista como uma via de mão dupla e seja participativo. 

Da mesma forma que você deseja a vaga, a empresa tem o interesse maior ainda em te contratar. Então, se atente para alguns pontos que irão fazer com que você se diferencie dos demais candidatos: 

1 – Não tenha medo de perguntar

Foi-se o tempo das entrevistas passivas, em que o recrutador era o único a ter maior poder em fazer as perguntas. O interesse é de ambos, portanto, procure perguntar o tanto quanto é lhe perguntado. 

Você também tem o direito de tirar dúvidas e fazer as perguntas de seu interesse, até mesmo para avaliar se a empresa tem o perfil que você busca para se desenvolver profissionalmente. O trabalho é sempre uma troca.

2 – Vá além da parte técnica

Quando o recrutador perguntar sobre os desafios ou projetos que participou, não foque apenas no aspecto técnico ao responder, e sim procure fazer uma abordagem de como você solucionou determinado problema, o que precisou fazer etc. 

Eles têm mais interesse no seu capital humano ao avaliar esse tipo de resposta. 

3 – Demonstre interesse em conhecer a equipe

Já imaginou ter um baita salário de 15 mil reais por mês, porém, todos os dias ter que lidar com uma equipe de trabalho difícil, altamente competitiva e que tira a tua paz para trabalhar.

No final acaba não valendo a pena, não é verdade? Por isso, demonstre interesse em conhecer a equipe antes de fazer qualquer acordo. 

Até porque, a longo prazo, é o entrosamento com as pessoas que leva ao sucesso das entregas.

4 – Pontualidade sempre irá fazer a diferença

O mercado de trabalho mudou em muitos aspectos, como poder ter mais liberdade trabalhando em home office ou de qualquer lugar do mundo, como um nômade digital.

Mas a pontualidade continua sendo muito bem quista pelos recrutadores e, claro, pelos gestores das empresas.

Se o candidato é pontual, demonstra que as entregas também serão feitas dentro do prazo, o que faz toda a diferença em um projeto de TI. 

6 – Demonstre interesse no projeto

E por falar em projetos, outro ponto essencial é demonstrar interesse na tecnologia que está se propondo a trabalhar. Mesmo que o profissional não conheça a tecnologia, estudar um pouco do histórico, dos criadores, da motivação é importante e enriquece a sua entrevista. 

Veja, uma tecnologia não aparece do nada, teve um porquê para se fazer e construir o negócio e se o candidato demonstra interesse nesse histórico, o recrutador vai observar. 

Dicas extras 

  • Se informe sobre a empresa que você está aplicando
  • Avalie se você se identifica com a filosofia 
  • Coloque pontos positivos e negativos em trabalhar no lugar em que pretende
  • Procure se informar sobre o perfil do recrutador pelas redes sociais, isso pode ajudar a criar uma conexão e até mesmo descontração na hora da entrevista  
  • Participe de plataformas de exercício online como Quora, Code Lab, Freecodecamp.org, entre outras
  • Procure deixar seu github atualizado e, se possível, participe de projetos open source

Achou que esse conteúdo foi interessante e pode ajudar outros programadores? Então aproveita e compartilhe! 

Mais sobre o universo dos programadores 

Que tal conhecer 9 programadores que começaram bem cedo na profissão? Temos um post fresquinho em nosso blog!