Como aprender a programar sozinho? Confira dicas para começar

Quer aprender a programar e não faz ideia de como começar? Separamos algumas dicas que irão ajudar você a sair do zero e começar a programar

Iniciar uma carreira no mundo digital pode ser algo bastante desafiador, mas se você quer aprender a programar sozinho, chegou ao lugar certo, pois vamos dar dicas incríveis!

É fato que essa profissão apresenta uma das maiores demandas dos últimos tempos no mercado de trabalho, mantendo-se sempre em uma crescente ano após ano.

O mercado de TI precisa de uma quantidade cada vez maior de programadores e um deles pode ser você!

Contudo, além de aprender como se dar bem em uma entrevista na área, você precisa, primeiramente, aprender a programar, não é mesmo? Então, continue acompanhando e vamos saber tudo a respeito! 

Como aprender a programar sozinho?

Você pode estar pensando que aprender a programar sozinho é algo totalmente impossível, mas isso é um grande engano. Se você quer mesmo, saiba que é totalmente possível e também uma escolha muito inteligente.

Isso porque, segundo o jornal O Globo, o mercado de tecnologia hoje em dia possui um déficit de mais de 24 mil profissionais por ano e a principal causa disso é a falta de qualificação dos candidatos.

Mais do que isso, de acordo com pesquisa realizada pela GeekHunter, somente no ano de 2020, houve um crescimento de 310% na procura por profissionais de tecnologia.

A tendência é que esses números continuem aumentando, afinal, a tecnologia está cada vez mais presente no nosso dia a dia, exigindo profissionais qualificados para criá-las e operá-las.

Sabendo que temos um mercado sedento por bons profissionais, vamos conhecer as melhores dicas para entender como aprender a programar por conta própria:

#1: Escolha a plataforma

O primeiro passo de todos é que você analise e decida quais são as suas áreas de interesse.

Algumas pessoas têm afinidade com o desenvolvimento de aplicativos mobile. Já outras preferem games, enquanto algumas preferem a criação de sistemas web.

Claro que, com o tempo, conforme o seu conhecimento for se aprofundando, você pode querer mudar de área, mas é legal ter pelo menos uma ideia inicial.

Assim, você poderá começar a aprender coisas mais específicas, afinal, é uma área bastante ampla. Tendo essa escolha, você terá um caminho para seguir e se desenvolver muito como programador! 

#2: Defina a linguagem

Se você gosta de programação, sabe que existem diversas linguagens possíveis e que elas têm aplicações distintas e variadas.

É sempre interessante escolher aquela com a qual você se identifica, a fim de que seja possível se especializar nela.

Isso quer dizer que você não pode conhecer e aprender sobre outras? Não mesmo!

Significa apenas que você deve escolher aquela com que tem mais afinidade para desenvolver um conhecimento mais aprofundado, enquanto também aprende sobre as outras de forma mais superficial durante o processo.

Dentre as mais usadas temos as seguintes: HTML, CSS, Ruby, Java, JavaScript, PHP, Python, Swift e outras. 

#3: Entendenda estrutura de dados e o algoritmo

Com um conhecimento de base, você pode passar para o próximo passo e começar a aprender sobre algoritmo e estrutura de dados.

Esses tópicos são indispensáveis na programação e o alicerce para a criação de um código eficiente e de qualidade.

Existem muitos cursos e conteúdos gratuitos disponíveis para programadores iniciantes, ajudando a dar os primeiros passos.

Fazer exercícios também é essencial para aprender a solucionar os mais variados problemas de lógica e desenvolver habilidades na linguagem escolhida. 

#4 Desenvolva um projeto

Após ter escolhido a linguagem e a plataforma, ter estudado, feito exercícios e entendido um pouco de estruturas e algoritmos, tem ideia sobre o passo seguinte?

Isso mesmo: criar um miniprojeto! Além de colocar em prática tudo o que você aprendeu, novos questionamentos vão aparecer, fazendo você aprender e se aperfeiçoar ainda mais.

Crie algo para você mesmo, que atenda suas necessidades, como um aplicativo que o ajude a controlar suas finanças, por exemplo.

Já existem vários assim nas lojas de aplicativo? Claro, mas o desafio não é reinventar a roda e sim praticar o que foi aprendido em algo que se adeque às suas necessidades. É um exercício e tanto! 

#5: Mantenha-se curioso

Essencial em qualquer aprendizado, a curiosidade pode levá-lo a caminhos nunca antes percorridos. Então, se você quer aprender como programar sozinho, saiba que ela será sua grande aliada.

Entenda que processo de aprendizagem se torna mais simples se você gosta do que faz, tem curiosidade genuína em encontrar respostas para suas perguntas e mantém sempre viva a sede por novos aprendizados.

Participe de fóruns e debates, assista vídeos, leia apostilas e o que mais achar que poderá acrescentar para seu crescimento.

Em outras palavras, podemos dizer que cultivar a curiosidade é algo que irá tornar você um profissional mais completo. 

#6: Faça contato com profissionais da área

Ter uma rede de contatos é algo essencial para o desenvolvimento profissional em qualquer área. Contudo, se você está aprendendo como programar sozinho, isso vale ainda mais.

Conecte-se com alunos, professores, profissionais que estão ingressando no mercado ou com aqueles que já possuem anos de experiência. Todos eles podem agregar muito para o seu desenvolvimento.

Mais do que isso, são pessoas com outras visões e experiências e isso sempre é enriquecedor e positivo para o desenvolvimento do conhecimento. 

#7: Pratique sempre que possível

Lembrando o ditado que diz que a prática leva à perfeição! É importante saber que, quanto mais você praticar, melhor será o seu desenvolvimento.

Mais do que isso, o ato de praticar irá gerar novas dúvidas, fazendo com que você procure novas respostas e, logo, se desenvolva como um excelente programador.

A lógica também é fundamental para quem quer programar, então, pratique exercícios nessa área.

Com uma rotina organizada, você poderá aprender tudo sobre como programar para se tornar o profissional que o mercado precisa.

Concluindo

A área da programação é muito vasta e é preciso entender que, com o tempo, você irá despertar interesses mais específicos para se desenvolver e especializar cada vez mais.

Se você quer mesmo aprender como programar sozinho, e entrar no mercado de trabalho, conheça outros conteúdos da NewRiide clicando aqui!

Além disso, aproveite essas dicas excelentes e comece agora mesmo a se preparar, pois o mercado espera por profissionais como você!